Notícias

Saiba mais sobre concursos e notícias relacionadas.

  • Fevereiro de 2017

    Titulo de notica de exemplo 2

    A Polícia Rodoviária Federal já prepara a abertura de concurso (Concurso PRF 2017/2018) para Policial Rodoviário Federal. A proposta de edital feita pelo grupo de trabalho criado pelo órgão (veja abaixo) já foi finalizada e agora a corporação só depende da autorização do Ministério do Planejamento para divulgar a abertura do concurso neste ano. De acordo com o site Folha Dirigida, o certame já foi encaminhado ao Ministério da Justiça. Anteriormente previsto com 1.200 vagas, a oferta foi revista e agora contará com 1.300 vagas. Após o envio ao Ministério da Justiça, a solicitação precisará ser encaminhada ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para que possa ser autorizado pela pasta. A explicação para a quantidade inicial de vagas era a de que ela era a adequada à capacidade de formação da Academia Nacional da PRF, que é de 600 alunos por semestre. Em função da grande necessidade de pessoal, porém, uma consulta foi feita à academia para verificar a possibilidade de ampliação desse número. Sendo assim, foi viável a inclusão de 50 alunos a mais por semestre. Apesar disso, a oferta de 1.300 vagas ainda é menor que a solicitação dos últimos anos, que era de 1.500 vagas. A comissão responsável pela proposta de elaboração de edital de concurso da Polícia Rodoviária Federal (Concurso PRF 2017) foi finalizada. A Portaria nº 2734/2016, que forma a comissão, foi instituída ainda no início do segundo semestre do ano passado. Caso queira acessar a portaria na íntegra, clique aqui. Conforme foi apurado, serão solicitadas 1.300 vagas. Um dos argumentos de abertura do concurso é a necessidade de reforçar o combate à criminalidade nas fronteiras, além da prevenção e redução de acidentes de trânsito. Outra justificativa é que o concurso seria realizado neste ano, mas as nomeações só ocorreriam em 2018. Em anos anteriores, por exemplo, editais foram divulgados com oferta expressiva de vagas. Com exceção do ano de 2008, todos os outros concursos abertos até hoje tiveram mais de 500 vagas, chegando a mil no último edital. Em 2004 foram 2.200 oportunidades. As tarefas do Policial Rodoviário Federal dependerão da classe, sendo dividas em quatro: Classe Especial; Primeira Classe; Segunda Classe; e Terceira Classe. O Policial de terceira classe tem a missão realizar atividades de natureza policial envolvendo a fiscalização, patrulhamento e policiamento ostensivo, atendimento e socorro às vítimas de acidentes rodoviários e demais atribuições relacionadas com a área operacional do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, enquanto o de segunda classe terá que efetuar atividades de natureza policial envolvendo a execução e controle administrativo e operacional das atividades inerentes ao cargo, além das atribuições da Terceira Classe. Já o Policial de primeira classe terá que atividades de natureza policial, envolvendo planejamento, coordenação, capacitação, controle e execução administrativa e operacional, bem como articulação e intercâmbio com outras organizações policiais, em âmbito nacional, além das atribuições da Segunda Classe. Por fim, o PRF da classe especial deverá efetuar atividades de natureza policial e administrativa, envolvendo direção, planejamento, coordenação, supervisão, controle e avaliação administrativa e operacional, coordenação e direção das atividades de corregedoria, inteligência e ensino, bem como a articulação e o intercâmbio com outras organizações e corporações policiais, em âmbito nacional e internacional, além das atribuições da Primeira Classe. A PRF trabalha em parceria com outras instituições, como Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Federal (PF), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e outros.

    Fonte: www.noticiasconcursos.com.br